DIÁRIO DE UM CÃO – AONDE ENCONTRAR?

28 07 2008

Bommmmmmmm dia!!! Pessoal, eu e a Ka, o Veterinário Fábio e minha amiga Moriah vimos a capa do meu livro “Além do seu Olhar”. A capa está LINDA, o livro LINDO, muito em breve estará a venda em vários lugares. Nossa, não sei explicar, como me senti feliz. Saber que está tão próximo de um sonho seu se realizar, é simplesmente maravilhoso… como eu digo: Eu não apenas SONHO, eu REALIZO. Sou batalhadora, vencedora e por isso sempre concretizo todos os meus sonhos. EBAAAAAA. Prometo, prometo, logo verão a capa.
Recebi esse textinho divino da minha amiga Ka, e estou passando a vocês. Ka, é PURA realidade. AMEI esse texto.

Beijinhos com sabor de muito amor… Ah… claro… ops… para quem pediu, cito abaixo todos os sites aonde estão vendendo meu primeiro livro. E aguardem o próximo.

O SAMURAI IDOSO

Perto de Tóquio vivia um grande samurai, já idoso, que adorava ensinar sua filosofia para os jovens. Apesar de sua idade, corria a lenda que ele ainda era capaz de derrotar qualquer adversário.
Certa tarde, um guerreiro conhecido por sua total falta de escrúpulos, apareceu por ali. Era famoso por utilizar a técnica da provocação: esperava que seu adversário fizesse o primeiro movimento e, dotado de uma maldade privilegiada para reparar os erros cometidos, contra-atacava com velocidade fulminante.
O jovem e impaciente guerreiro jamais havia perdido uma luta. E, conhecendo a reputação do velho samurai, estava ali para derrotá-lo, aumentando sua fama de vencedor.
Todos os estudantes manifestaram-se contra a idéia, mas o velho aceitou o desafio. Foram todos para a praça da cidade, e o jovem começou a insultar o velho mestre. Chutou algumas pedras em sua direção, cuspiu em seu rosto, gritou todos os insultos conhecidos – ofendeu inclusive seus ancestrais.
Durante horas fez tudo para provocá-lo, mas o velho mestre permaneceu impassível. No final da tarde, sentindo-se já exausto e humilhado, o impetuoso jovem guerreiro retirou-se.
Desapontados pelo fato do mestre ter aceito tantos insultos e provocações, os alunos perguntaram: Como o senhor pode suportar tanta indignidade? Por que não usou sua espada, mesmo sabendo que podia perder a luta, ao invés de mostrar-se tão bom diante de todos nós?
– Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente? – perguntou o velho samurai. – A quem tentou entregá-lo. – respondeu um dos discípulos. – O mesmo vale para a inveja, a raiva, e os insultos – disse o mestre. Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carrega consigo: exatamente a pessoa que o fez.

AONDE ENCONTRAR MEU LIVRINHO???

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: