PIT BULL – VILÃO OU ANJO???

13 10 2008

Basta ler o texto que escrevi abaixo, para conseguirem responder facilmente a essa questão!

Entre as paredes frias do CCZ, relembro toda a minha vida, sim, eu tive uma vida. Quando pequeno, meus donos tinham respeito e admiração por mim. Eu brincava o tempo todo, era muito divertido! Fui crescendo, ficando grande e forte. E o “brinquedo” deixou de ter importância, me trocaram por um outro cão (“brinquedo”). Decidiram me jogar na rua, e embora eu insistisse todos os dias em entrar, eles me chutavam, me batiam dizendo para eu ir embora. A procura de alimentos, resolvi seguir a estrada, que na realidade, não sabia aonde daria.

Com tanta negatividade, medo, pavor e falta de respeito pela nossa raça, fui jogado em um CCZ, como um lixo, como um ser que nada sente, nada vê e nada ouve.

Hoje estou nessa cela fria e escura, no “Corredor da Morte”. O mesmo ser humano que me “fabricou”, hoje quer minha extinção. Todos no mundo temem por minha raça, julgando a assassina. Ataques de Pit Bulls são mostrados em todo o mundo. Por que tantos ataques? Porque o mundo está contra nós, jogando toda sua energia negativa sobre nós.

Não somos assassinos, não somos maus. O ser humano nos faz assim! Precisamos de ajuda. Precisamos que alguém faça algo por nós. Clamamos por justiça, por paz, por amor, por piedade.

Hoje é meu último dia de vida. E peço, a cada um de vocês, que amam ou respeitam os animais, que lutem por nós, enquanto ainda há tempo. Meus olhos nunca verão o que eu sempre sonhei. Meus olhos se fecharão, mesmo eu não querendo, mesmo eu ainda acreditando na raça humana e tendo uma grande esperança nela. Não verei mais o brilho do sol, o brilho do dia que nasce e se finda, mas espero, um dia, que todos os meus “aumigos” possam ver e ter esse brilho. Quem vai ter a coragem de lutar por nós?

Cláudia Lubrano de Castro

Anúncios

Ações

Information




%d blogueiros gostam disto: