Todo brasileiro é um Vira-Lata!

15 06 2009

Muitos, ao lerem esse título, principalmente os nada aficcionados por animais, ficarão indignados e até perplexos. Mas, basta apenas um pouco de percepção, mínima que seja, para notar que esse título é sim verdadeiro. O que é o brasileiro? Mistura de todas as raças. E o que é o Vira-Lata?

Também mistura de todas as raças. Então, definitivamente, todo brasileiro é um Vira-Lata. Não podemos esquecer que muitas coisas diferem sim um ser do outro: o humano e o animal. Animais são nulos de sentimentos ruins, tais como ódio, inveja, ciúmes, rancor… e preconceito. Aí vem um ou outro e diz que não, que o animal dele ou um animal que conheceu tem sim esses sentimentos.

Se os tem, é porque o ser humano ensinou, não outro animal. E quem ensinou o ser humano a ter tais sentimentos? Outro ser humano. E o preconceito? Palavra feia, significado feio, mas que muitos sentem sim: tem-se preconceito contra negros, contra pobres, contra pessoas de outras religiões, com tudo o que seja diferente do que o ser que tenha preconceito ache certo. E também o preconceito contra os Vira-Latas. Para muitos que querem adotar, querem cães de raça, filhotes.

Quando adotam Vira-Latas, raramente pretos ou marrons, pasmem, mas é verdade. Raramente adotam-se animais escuros. Mas, existem sim anjos que amam os animais e os adotam seja como forem, porque esses anjos conseguem enxergar a alma, privilégio para poucos. Muitos olham para um animal e falam que não o quer porque é feio. Eu que amo os animais, não consigo entender como podem achar um animal feio. Qual será o grau de entendimento do que é beleza para essa pessoa? Será que um dia ela se olhou no espelho e conseguiu enxergar a sua verdadeira alma?

Além do abandono, que cresce a cada dia, muitas pessoas após adotarem, após meses e até anos com um animal, ligam para nós Protetores, querendo devolver o animal, como se fosse uma roupa usada, nula de sentimentos e que pode ser devolvida para dar lugar a uma “roupa” nova. Enquanto o ser humano não aprender a gostar da sua própria raça, não aprender a gostar da sua essência, não aprender a amar sim os animais, as plantas, as flores… a vida; a natureza continuará, dia a dia, dando o troco, não por vingança, mas para fazer o homem aprender que tudo faz parte da vida; ele não é, e nunca foi o único ser existente do planeta Terra, o homem é somente uma parte dele.

Anúncios

Ações

Information




%d blogueiros gostam disto: